anúncio dopc

anúncio dopc

Moda Muda - Elian Ramile Guimarães: transparências no ambiente corporativo

12 de dezembro de 2013

Ela não tem um corpo perfeito. Por baixo da trama aberta da blusa exibia formas, digamos, fora de forma. Cuidado!

Ontem estava em um restaurante e fiquei intrigada com uma senhora que, em horário comercial, aparentemente em um almoço no horário de expediente, com pessoas que pareciam companheiras de escritório, vestia uma camisa de crochê laranja (que aparentemente não estava em sua cartela de cores) sem nenhuma camiseta por baixo, uma calça jeans justíssima e um salto com dourado.

Juro pra vocês que tento controlar meus instintos e não avaliar os looks das pessoas o tempo inteiro, mas aquela senhora me chamou a atenção por motivos óbvios.

Ainda não mencionei o fato dela não ter aquele corpo perfeito e por debaixo daquela trama aberta da blusa que usava ela exibia suas formas, digamos, um pouco fora de forma.

Eu não estou avaliando as suas medidas e tampouco julgando seu corpinho, mas tentando entender como as pessoas muitas vezes não percebem a sua “superexposição”.

Considerando que ela estava em seu horário de almoço e aquele era seu traje de trabalho naquele dia, qual foi a sua intenção em se apresentar daquela forma?

Ela estava se achando tão segura assim ao ponto de ousar tanto? O que os modismos fazem com a cabeça das pessoas sem bom senso?

Saindo do meu transe, algumas dicas:


- Se você não estiver malhada, sequinha, sem gordurinhas, opte por não usar blusas transparentes sem forros ou regatinhas.

- Se você for magrinha, sem gordurinhas, mesmo assim jamais use transparência com soutiens sexys em ambientes de trabalho.
Mesmo que esse ambiente seja criativo, como agências de propaganda...etc

- Transparências estão em alta, mas escolha bem a composição. As misturas das partes de cima com as partes de baixo também aumentam a potência da mensagem.

Exemplo: se colocar uma blusa de renda (com regatinha, claro) com uma calça jeans mais moderninha , ok! Se você colocar uma camisa de renda com uma saia curta, calça justérrima de cetim, cuidado!

Equilibre as doses para que nenhuma se sobreponha no contexto. Peças visualmente mais pesadas (brim, camurça)dão uma ideia mais moderna e despretensiosa quando utilizadas com transparência.

Enfim, transparências no trabalho, principalmente nos ambientes mais formais, podem induzir a interpretações equivocadas, tipo...você quer seduzir alguém.

Pense que qualquer tipo de informação não verbal interfere igualmente no ambiente de trabalho e nas mensagens que passamos sobre nós mesmos.

Depois teremos que assumí-las e muitas vezes dá mais trabalho reconstruir uma imagem que construir uma!(Elian Ramile Guimarães).

Elian Ramile Guimarães é Consultora de Imagem.

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49