anúncio dopc

anúncio dopc

Casa de Joca: É só o começo

19 de agosto de 2014


Por Joca Simonetti

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

A pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda (18/8) não mostra um bom retrato da largada.

Arrisco que as condições hoje, véspera do início da propaganda eleitoral é bem diferente, com Marina já encostada em Dilma e lutando pela liderança no primeiro turno.


A pesquisa foi feita nos dias 14 e 15, antes do pico emocional desencadeado pelo velório e enterro de Eduardo Campos, no sábado e domingo. Quem acompanhou a movimentação pelas redes socias percebeu a radical mudança das postagens.

Nos primeiros dias, era o assombro com a tragédia, as especulações sobre o que aconteceu, a agonia com a identificação do que restou dos corpos. A dor da família. E a dúvida sobre o caminho que seguiria o PSB. Na quinta, 14, o assunto era Eduardo, no sábado, 16, a manchete foi Marina.

Vejamos as manchetes dos três principais jornais nesses dias:

14.08
FSP - Acidente mata Eduardo Campos; rivais preveem Marina candidata
OESP - Acidente mata Campos e deixa cenário eleitoral mais incerto
O GLOBO - Tragédia muda eleição
16.08
FSP - PSB e Rede fazem acordo e Marina sairá candidata
OESP - Marina dá aval ao PSB para encaminhar candidatura
O GLOBO - Marina e PSB já discutem

Ou seja, a pesquisa não captou o momento mais forte da onda pró-Marina, que cresceu no sábado e estourou no domingo. Também no domingo a internet foi invadida por uma enxurrada de comentários orquestradamente feitos por militantes do PT na tentativa de manchar a imagem da candidata.

Como exemplo, reproduzo abaixo apenas o comentário de Bruno Torturra, jornalista e uma das faces mais conhecidas da Mídia Ninja:

- "Então quadros e militantes do PT estão a postar fotos da Marina Silva sorrindo e de Lula chorando no enterro de Eduardo Campos... Como se isso provasse que, sei lá, ela está feliz? Ou que é insensível? Na boa. Não é apenas desonestidade. É burrice."

Esta agressividade que beira o desespero da militância dilmista mostra um momento de desespero causado pela força da onda que já sentiam bater-lhes no peito e derrubar o favoritismo de sua candidata, mas sugere também como será o desenrolar da campanha nos próximos dias e semanas.

Há uma forte tendência de que a campanha pró Dilma fique mais violenta, o que tende a ter como uma de suas consequências o aumento da rejeição à candidata, o que pode até levar a eleição a um tríplice empate na margem de erro nos próximos 10 a 20 dias. Algo como Dilma 30, Marina 28, Aécio 25.

Essa hipótese considera que Marina tornará mais visível as limitações e incoerências da candidatura Dilma e parte dos eleitores que abandonem a hipótese de votar em Dilma considerem votar em Marina arriscado demais - lembremos que Dilma já tem rejeição muito maior que Aécio e Marina.

Fonte:
http://casa-de-joca.blogspot.com.br/2014/08/e-so-o-comeco.html

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49