anúncio dopc

anúncio dopc

Estrada para Vila Pontões paralisada por "briga de comadres" entre Paulo Hartung e Renato Casagrande

7 de maio de 2015
Diagonal - Coluna do Oleari


As mulheres empreendedoras da Vila Pontões (foto) certamente não estão saudando autoridades que paralisaram as obras da estrada.


A "briga de comadres" entre o atual Donatário da Capitania do Espírito Santo e o ex, Renato Casagrande, faz milhares de vítimas exatamente em quem nada tem a ver com as supostas rivalidades políticas.

Muitas obras iniciadas no governo Renato Casagrande no interior estão completamente paralisadas.

Um exemplo gritante é a pequena rodovia de acesso à Vila Pontões, município de Afonso Cláudio. Região difícil, as obras vinham sendo tocadas normalmente, mas estão abandonadas e, devido à altitude, tudo que foi feito em termos de movimentação de terra está indo diretamente pro desperdício.

Agricultores da Vila Pontões e periferia, que viam na pequena estrada uma oportunidade de crescimento da sua economia, toda baseada na pequena produção e no trabalho cooperativo, estão desolados.

Não têm absolutamente nada com a "briga de comadres" de Hartung e Casagrande e não se conformam com o descaso e a irresponsabilidade do atual governo, ao deixar ir para o ralo os investimentos já feitos naquela obra.

- "É uma lástima ver o que está acontecendo e o que está se perdendo ali", disse um produtor da região.

É claro que o governo vai dizer que paralisou tudo para "acertar as contas", patati, patatá, blablabla blablabla.

Se adotou tal postura, seus homens da área deveriam ter avaliado as consequências de certas ações, como é o caso dessa obra da ligação por asfalto com a Vila Pontões.

Os prejuízos são incalculáveis no caso dessa obra, avaliam pessoas da região.

Muito elevada, tudo o que foi realizado, com a ação das chuvas e do abandono, está perdido.

Enquanto isso, a população da Vila Pontões resmunga e não tem outro recurso a não ser aguardar os bons humores do governo e seus "acertos de contas".

Um empresário da região, também advogado, levantou a hipótese de o Tribunal de Contas do ES responsabilizar o governo pelos prejuízos decorrentes dessa obra da estrada para a Vila Pontões, entre outras.

- "Mas não podemos esquecer que esse Tribunal de Contas não vai agir, pois lá estão vários conselheiros indicados pelo atual governador", disse ele.

Prefeito de Vitória diz que transporte coletivo do município só se resolve integrando-se ao Transcol

Na reunião entre a comunidade do Jardim Camburi e a "Prefeitura Itinerante", última segunda-feira, o Prefeito Luciano Resende afirmou numa resposta à solicitação de mais ônibus para o bairro-cidade que o transporte coletivo de Vitória só tem uma saída: integrar-se ao Transcol.

Ele afirmou que o sistema Transcol, cujos veículos cruzam a capital em direção aos municípios vizinhos, de certa forma esvaziou o serviço municipal e que ele só vê uma solução ampliada para melhorar o atendimento à população incorporando-se o serviço do município ao Transcol.


Houve uma participação efetiva de moradores de vários setores do Jardim Camburi e inúmeras sugestões e reivindicações foram apresentadas à mesa comandada pelo Prefeito com a presença de quase todo o seu secretariado.

Lá estivemos e sugerimos à mesa uma campanha direcionada aos ciclistas, educando-os para o respeito à sinalização horizontal e vertical, aos semáforos, pois é comum os ciclistas do bairro não respeitarem nem uns nem outros.

Não sei se a funcionária que digitava tudo o que se dizia o encontro registrou essa sugestão, pois o prefeito não a comentou.

Ele respondou, em blocos, a todas as questões apresentadas por moradores, gente da associação de moradores, candidatos e avulsos.

Apresentamos também uma série de sugestões para a formação do parque chamado Zé da Bola, abandonado desde o governo do ex-prefeito João Coser.

O prefeito revelou que gostou muito das nossas sugestões.

As sugestões foram encaminhadas aos secretários de Meio Ambiente, Desenvolvimeto da Cidade e Gestão Estratégica.


Aces abre inscrições para curso gratuito 
de eletricista com 40 vagas para Vitória e Serra

A Ação Comunitária do Espírito Santo (ACES) em parceria com a EDP, distribuidora de energia elétrica, abriu inscrições para o Curso de Eletricista de alta e baixa tensão. Podem participar moradores da Grande Vitória. Serão 20 vagas para cada turma em Vitória/Santo Antônio e Serra/Balneário de Carapebus.
As inscrições vão até 12 de junho e a seleção será realizada nos dias 15 e 16 de junho. O início das aulas será no dia 22 de junho com duração de dois meses. Para participar é preciso ser maior de 18 anos, ter ensino fundamental completo, apresentar no ato da inscrição RG, CPF, comprovante de residência e comprovante de escolaridade. 
O projeto tem como objetivo formar jovens e adultos para o mercado de trabalho, além de dar a oportunidade para que conheçam conceitos teóricos e práticos deste trabalho. As inscrições podem ser feitas na sede da ACES a partir do dia 23 de abril (quinta-feira) e a partir do dia 29 de abril nos locais de execução dos cursos.
Sobre a ACES – Organização não governamental fundada em 1994 objetivando o desenvolvimento de projetos sociais com foco na promoção humana. Realiza ações sob o viés de dois programas: Político Institucional e Socioeducativo.
Informações
Aces (Ação Comunitária do Espírito Santo) - Praça Costa Pereira, 52, Ed. Michelini, 12° andar - Centro, Vitória, ES.  Tel: 3222-1388
Vitória                                                          
Obras Pavonianas  - Avenida Santo Antônio, 1746 – Santo Antônio – Vitória – ES
Aces (Ação Comunitária do Espírito Santo) -  Praça Costa Pereira, 52, Ed. Michelini, 12° andar -Centro, Vitória, ES
Na Serra
Lar Semente do Amor - Avenida Augusto Ruschi, 1541 – Balneário de Carapebus , Serra
donoleari@gmail.com.br





COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49