anúncio dopc

anúncio dopc

Projeto Raiz Forte lança site com perfis de mulheres negras neste domingo

21 de outubro de 2015
Xis Makeda, musicista e educadora




(Todas as Fotos: Luara Monteiro)

Valorizar o universo negro e feminino através dos cabelos é um dos objetivos do Raiz Forte. O projeto existe há cerca de três anos e lança seu espaço virtual (www.projetoraizforte.com.br) neste domingo (25), às 17 horas. 

A nova página continua a registrar histórias de personagens reais para promover a visibilidade da negritude feminina. Além do site, o Raiz Forte difunde seus conteúdos nas redes sociais Facebook, Instagram e YouTube. 

Uana Mahin, cantora


Para simbolizar e celebrar o novo espaço na web, no momento em que o site for ao ar, será feito o plantio de sementes de árvores africanas e brasileiras na Casa 10 da Escadaria Cristóvão Colombo, na entrada do Parque Gruta da Onça, no Centro de Vitória/ES.

Por meio de fotografias, vídeos e textos, são investigadas as adaptações que as mulheres negras sofrem, ainda nos dias de hoje, para “adequarem” seus cabelos a padrões estéticos eurocêntricos. Para isso, o site contará com depoimentos de mulheres negras de diversos lugares, além de notícias e de outros conteúdos sobre feminismo negro, discutindo os desafios enfrentados no cotidiano

Iniciado em 2012, tendo como sua primeira ação uma web série homônima, o Projeto Raiz Forte faz uso de diferentes linguagens para promover as referências afro-brasileiras através da pesquisa junto a mulheres que construíram suas identidades negras a partir da afirmação estética e da aceitação do cabelo crespo.

Mulheres de Raiz Forte
Uma das principais conteúdos da página é seção “Mulheres de Raiz Forte”. Nesse espaço, serão veiculados os perfis de mulheres de diferentes estados brasileiros que explicitam o modo singular como cada uma delas assume sua negritude nos dias atuais. A proposta é que tais personagens, ao contarem suas trajetórias de vida, se tornem referências para outras mulheres negras.

Rejane Bicalho dos Santos, secretária


Quem inaugura a seção Mulheres Raiz Forte do site é a musicista e educadora Xis Makeda. Com 38 anos, nascida no Rio de Janeiro e atualmente residindo na cidade de Vila Velha, Espírito Santo, ela é mãe de três filhos. Vivenciou no próprio corpo o conflito, a opressão racial que, de maneira intensa, busca apagar a identidade negra por meio da negação estética.

Para os próximos meses, já estão previstos os seguintes perfis para a seção Mulheres de Raiz Forte: Rejane Bicalho dos Santos, secretária, casada, brasileira, residente em Portugal e mãe de duas filhas; Uana Mahin - cantora e moradora de Recife, Pernambuco; Priscila Rezende, artista plástica e recreadora, moradora de Belo Horizonte, Minas Gerais; Mãe Beth de Oxum - Yalorixá, percussionista e produtora cultural do Ponto de Cultura Coco de Umbigada em Olinda, Pernambuco.

Além de valorizar as referências negras femininas, a presente iniciativa é uma ação afirmativa que incentiva o intercâmbio entre mulheres de diversas faixas etárias e possibilita a transmissão de saberes sobre a cultura afro-brasileira enquanto importante elemento da diversidade cultural capixaba e brasileira. Dessa forma, os diversos conteúdos aqui veiculados contribuem com a valorização das raízes negras e com o fortalecimento da cultura afro-brasileira no Espírito Santo, no Brasil e no exterior.

O Projeto Raiz Forte conta com recursos do Fundo Estadual de Cultura do Espírito Santo por meio do Edital de Valorização da Diversidade Cultural Capixava (Edital nº32/2014 Secult).

Sobre a Web Série Raiz Forte
Contendo três episódios, a Web Série Raiz Forte traz registros e relatos de mulheres negras residentes no Estado do Espírito Santo acerca da estética afrodescendente. Contemplada pelo Edital de Web Séries do Programa Rede Cultura Jovem de 2012, essa produção audiovisual possibilita a reflexão sobre os espaços sociais nos quais a mulher negra transita desde a infância, oferecendo representações que reforçam ou não estereótipos e experiências do negro com o seu cabelo e o corpo.

Fruto de uma colaboração entre a pesquisadora e fotógrafa Charlene Bicalho, o artista multimídia Msensorial e o diretor de arte Pedro Ribeiro foi produzida em parceria com o coletivo Compartilhe Ou Nada! e com apoio do Blog Garganta.

www.projetoraizforte.com.br
Facebook: facebook.com/projetoraizforte
Instagram: instagram.com/projetoraizforte
YouTube: youtube.com/projetoraizforte
Flikr: flickr.com//projetoraizforte/

Enviado por Paulo Gois Bastos - 27 -98134-6831

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49