anúncio dopc

anúncio dopc

Os novos pratos do Jalapeño dão xou de sabores (2)

13 de janeiro de 2016

Adelita's, nova sobremesa,
é perfeita. E o preço é ótimo.


Pitaco do Oleari


Convidados para uma apresetação de novas atrações no cardápio do Jalapeño - um ótimo lugar do Jardim da Penha - lá fomos nós, curiosos do que iam aprontar mais aqueles caras, que são criativos, dinâmicos, agitados e centrados no freguês.

- O que querem pra beber? pergunta o Gil.

Joguei um lero sobre uma bebida à base de cerveja, de que me falaram muito bem o Pedro Henrique Oleare e a norinha Juliane.

Gil emendou:

- A Michelada?
Confirmei rapidim e rasterim.


Ahhh, a Michelada é tudibão. 

...melhor do que uma Michelada.....

Disse eu ao ao Cabelo e ao Alex: - isso daí équié um apgreidi da cerveja...é um drinque maravilha.

E aí começou o desfile dos novos no cardápio, que vai ficar melhor do que já era, a partir deste sábado, dia 16.

                              

...só duas Micheladas...


Primeiro, um taco com um recheio quieuvoticontá... Não tenho dúvidas que voltarei a ele, antes de mais uma Michelada.

Depois, foram dois pratos à base de arroz, todos explodindo em sabores deliciosos (sobre estes pratos e outros, a jornalista Lena Mara, pesquisadora e cozinheira considerada, vai escrever umas linhas aqui memu).

E eles foram servindo e explicando cada prato novo: o de picanha suína...o de frango...o de salmão...todos saborosíssimos e suculentos...

O de carne bovina, ornamentado com um bacon maravilha, tenro, bem apresentado, outra delícia...



Explico que fui sempre cercado de ótimas cozinheiras, começando por Dona Leó, minha mãezinha, que fazia de um ensopadim de jurubeba (foto), uma polentinha e um ovo frito, com um feijão inteiro bem refogado no alho e cebola, sem caldo, um prato pra ninguém botádefeito.

E durante meus oitocentos anos de imprensa escrita, falada, televisada e internetada - quinemqui dizia meu saudoso manuvéi Penna Filho - sempre fui um militante pesquisador de butecos.

Butecos de todas as linhagens, do mais fétido copo sujo até alguns dusbão daqui, do Ridijaneru a dezembro, de alhuresce de São Paulo, onde morei quase cinco anos.

Conversei rapidim com o Alex Gadiol, que comanda os sabores, e disse a ele:

- Você surpreende com seus arranjos, você supervaloriza os sabores que se mostram à primeira bocada, além de buscar na identidade de ingredientes nossos comuns aos astecas uma valorização incomum pelaí, nesta época de gurmetização pra tudo.

Vejam no linki 
http://nageral.donoleari.com.br/2016/01/o-otimo-jalapeno-do-jardim-da-penha.html 
alguns dos pratos novos, além dos que continuam no cardápio do Jalapeño. 

Da nova sobremesa, a Adelita's, não vou falar, pois quero ver se sobra uma pramim logo que voltar ao Jalapeño.

O lugar é extremamente agradável, a música é de primeira - um verdadeiro antídoto pro sertanojo universitário, o breganojo e afins.

E mais um detalhe: eles são campeões no atendimento. A turma sabe uquiquié lidar com gente (Oswaldo Oleari).

Quem sabe faz com boa 
apresentação e muito sabor

Por Lena Mara (*)

É preciso dizer que não entendo de comida mexicana. Mas é preciso dizer, com mais veemência, que tudo que já comi no Jalapeño foi muito bom. Assim não me surpreendeu que tanto o taco quanto os pratos servidos estivessem primorosos. 

Destaco, entretanto, dois deles: um arroz de queijo com filé de frango envolto em bacon e coberto com alho poró crocante (não me lembro o nome) e o Pollo del Nahas - um filé de frango grelhado com molho de ervas crocantes e farofa de arroz (foto). 

Com uma apresentação primorosa e uma quantidade correta, os dois pratos esbanjam sabor. 

Sabor não, sabores. Na realidade, não sou muito chegada a filé de frango, que invariavelmente é servido muito ressecado por estas bandas, e costumo dizer que não saio de casa pra comer frango. 

Mas me rendo a esses dois pratos: file de frango correto, macio, suculento, saboroso, e que ficaram primorosos com os acompanhamentos.

Sobremesa também é uma coisa da qual não faço questão, na grande maioria das vezes servida muito doce. 

Pois bem, a Adelita's é perfeita. O ponto de açúcar da calda de frutas vermelhas é surpreendente e faz você ter vontade de continuar comendo junto com o queijo caseiro, delicioso. E a apresentação é um presente aos olhos de quem está arrematando uma noite. Volto pra me deliciar e recomendo sem medo de errar (Lena Mara).

Lena Mara
é jornalista e cozinheira

Serviço:
Jalapeño – Cocina y Cultura. 
Rua Francisco Generoso da Fonseca, 355, Jardim da Penha, Vitória/ES. (27) 3029-4742 e (27) 3029-4743. 
Segunda a domingo a partir das 18 horas (happy hour e jantar)

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49