anúncio dopc

anúncio dopc

Poesia todo dia - Poema Porno Sério - Bocage - seleção de Rubens Pontes

24 de fevereiro de 2016
POEMA PORNO SÉRIO (Bocage)

Quer seja curto ou comprido
Quer seja fino ou mais grosso
É um orgão muito querido
Por não ter espinhas nem osso
De incalculável valor
Ninguém tem um a mais
E desempenha no amor
Um dos papéis principais
Quando uma dama aparece
Ei-lo a pular com fervor
Se é de um rapaz, estremece
O de um velho, tem pouco vigor
O seu nome não é tão feio
Pois tem sete letrinhas só

Tem um R e um A no meio
Começa em C e acaba em O
Nunca se encontra sózinho
Vive sempre acompanhado
Por dois orgãozinhos
Junto de si, lado a lado
O nome destes porém
Não gera confusões
Tem sete letras também
Tem L e acaba em ões

Vou acabar com o embalo
E com as más impressões
Os órgãos de que eu falo
São o coração e os pulmões



Manuel Maria de Barbosa du Bocage, nasceu em 15 de 

setembro de 1765, em Setúbal. Pai: José Luiz Soares Barbosa, bacharel em Cânones, trocou magistratura pela advocacia. Mãe, D.Maria Joaquina Xavier du Bocage, filha do francês Gillet Le Dous du Bocage, vice-almirante na Marinha portuguesa. Com ele Bocage tomou gosto pelos "vastos mares". 


COMENTAR

Andra Valladares

Hahaha... Muito bom!

Andra Valladares

Hahaha... Muito bom!

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49