anúncio dopc

anúncio dopc

Poesia todo dia - Soneto da Saudade, Guimarães Rosa - Meu poema deete sábado: Rubens Pontes

21 de maio de 2016



- "Destemido Oleare

Guimarães Rosa, que modernizou o romance brasileiro criado por Machado de Assis, incursionou também na área da poesia. 

Nesse campo de criação
não deixou marcas, superado pela enorme repercussão de seus livros de ficção, de seus personagens que ganharam vida e marcaram definitivamente
a literatura universal.

Neste sábado, procurei relembrar um dos seus poemas, "Soneto da Saudade",
que lhe encaminho para deleite de sua sensibilidade.

Ameno fim-de-semana.
Rubens".

Soneto da saudade
Guimarães Rosa

Quando sentires a saudade retroar
Fecha os teus olhos e verás o meu sorriso
E ternamente te direi a sussurrar:
O nosso amor a cada instante está mais vivo.

Quem sabe ainda vibrará em teus ouvidos
Uma voz macia a recitar muitos poemas...
E a te expressar que este amor ungindo
Suportará toda distância sem problemas...

Quiçá, teus lábios sentirão um beijo leve
Como uma pluma a flutuar por sobre a neve
Como a gota de orvalho indo ao chão

Lembrar-te-ás toda a ternura que expressamos

Sempre que juntos a emoção que partilhamos
Nem a distância apaga a chama da paixão.






Rubens Pontes 
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49