anúncio dopc

anúncio dopc

Uma bela tarde de domingo em Sta Teresa: Gilson Peranzeta e Mauro Senise - Brasilidade - Rosa Passos - Fames Dixieland / Diagonal, coluna do Oleari

25 de maio de 2016


O produtor e apresentador Tarcisio Faustini e a estrela da tarde de domingo, Rosa Passos (Foto: Eliane Gonzaga

Tudo deu certo.
Chegamos a Santa Teresa por volta de 11 horas, temperatura a 24 graus. 

De sorte, com as áreas de estacionamentos todas tomadas, bem em frente ao Parque de Exposições, sai um carro estacionado. Opa, começamos bem!

A primeira pessoa que encontro é Júlia Sodré. Cumprimento-a rapidim, pergunto pela programação, ela me informa. Outro lance de sorte: Gilson Peranzzeta e Mauro Senise (foto) nesse exato momento passavam o som 

Escolhemos uma mesa bem colocada, ao lado do palco. Vamos aos bebericos e aos petiscos. 
Como motorista de plantão, fui injustamente escalado para ficar longe de uma cerveja ou de um vinhozim.

Dou uma de marido conformado, me imponho o sacrifício, exibindo uma véia camiseta para espanto de alguns circunstantes: havia visto fotos de gente com roupas que indicavam muito frio na cidade. Por via das dúvidas, uma camisa de manga longa e um alentado casaco estavam pendurados no "putamerda" do véi chevrolezim.


Vitor Biglione foi outra ótima atração do festival (Foto de Vitor Biazutti)


         
Muitas surpresas. Incrível, mas a apresentação de Gilson Peranzeta e Mauro Senise começou exatamente no horário previsto, às 13 horas.
Um privilégio ouvir os dois grandes músicos em arranjos porretas de Peranzeta e Mauro Senise pegando de flauta, sax soprano e sax tenor.

Um xousaço, musical top de linha, diante de um público que não foi lá para ver ou ouvir sertanojo universitário. Beleza, descobrir que há demanda para música de primeira.

Em seguida, cumprindo o horário, entra a magnífica banda Brasilidade, uma surpreendentemente agradável orquestra formada por excelentes músicos, a partir dos irmãos Rocha - Roger, Renato e Josué. trombone, sax e bateria.

Ouso dizer que Brasilidade pode se exibir em qualquer lugar do Brasil Varonil ou do planeta: tem repertório, excelentes arranjos e excelentes solistas.
Belos momentos da Brasilidade, que seriam sucedidos por outros belos momentos do mesmo Brasilidade, mas agora com uma estrela da música brasileira, Rosa Passos.

Foi demais: mais um espetáculo acompanhado por um público atento, participante e cantante. 

Coincidência: temia pela combinação voz de Rosa Passos com o potente som da Brasilidade, a mesma dúvida do produtor e apresentador Tarcísio Faustini, que tive o prazer de rever com a Eliane Gonzaga (foto).

Sem problema: Rosa e Brasilidade se entenderam e deram ao público um belo musical.

Fames Dixieland


Que excelente ideia, aquela da banda Fames Dixieland desfilar por toda a área do pavilhão. Dirrepentimenti, achei quistava em Niu Orlins, no isteitis - e óia quieu não tava bebendo nada, a não ser uma insípida água. 

Muito bom, maravilhaaa ver o povaréu sair atrás da banda, todos felizes, e dançando. Gostei pracas, como disse ao prezado Victor Biazuti (na foto, com Gilson Peranzeta) e ao Heráclito Macedo (na foto, com Maria Regina), ao queridíssimo Vitor Nogueira,
que também tive o prazer de rever.


E jaqui falei nele, taí o Heráclito anunciando sua voz e violão para esta quarta na Praia da Costa, Vila Velha/ES.

Heráclito também não deixou por menos e fez uma pose com a musa Rosa Passos

Quem programou a final para o festival de Santa Teresa merece todas as homensagens. Musicalmente, não poderia ter sido melhor a programação.

Valeu. Muitos restaurantes, biroscas, bom atendimento. 

Só estranhei - pra não deixar de botar um defeitim - o preço de um vinhozim varietal da Concha Y Toro - o Reservado, simplizim -  que se compra a 25 merréis em supermercados de segunda linha pelaí, ser cotado a R$ 94,00 reais nas biroscas do pavilhão. 

No mais, quero dizer que no festival do ano que vem, eu vou de carroça, de triciclo, de mochileiro, de carona, mas vou antes.

Foi uma das mais agradáveis tardes de domingo dos meus últimos 134 anos (Oswaldo Oleari)

donoleari.com.br
donoleari@gmail.com

COMENTAR

Victor Humberto

... mesmo uma tarde excelente, Don!
Bom ver você, Lena e Pedro em nossa Santa Teresa.
Tudo lindo, coisa de muito bom gosto e altíssimo nível.
Zé Olavo está de parabéns pela organização.
Não discordarei do preço do vinho pois só tomei cerveja. Mas discordarei dos seus últimos 134 anos. Pelo corpinho, eu diria... uns 38!
Abraço, Victor

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49