anúncio dopc

anúncio dopc

Aqui Rubens Pontes: Meu poema de sábado / Renata Bonfim, Florbela em Canto

8 de abril de 2017



- " Erudito Oleare

Foi principalmente minha admiração pela poesia de Florbela Espanca que me levou,

pelo encadeamento de ideias que faz a vida da gente ser tão fascinante, à poesia de Renata Bonfim,

também escritora, ensaísta, membro da Academia Feminina Espirito-Santense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico do ES, com vários livros publicados.

Essa capixaba, nascida em Vitória, no dia 21 de novembro de 1972, graduada em Artes Plásticas pela UFES,

mestre e doutoranda em Letras, membro do Grupo Experimental de Contadores de História

também da UFES, membro do "Grupo Tecelãs da Palavra Contos e Poesia", sócia fundadora

da "Rosa Rubra Espaço Terapêutico", integrante, desde 2007, do grupo de pesquisa do CNPq -' Florbel'.

com formação em Arteterapia pela Universidade Cândido Mendes, enfim, uma linha diversificada mas coerente

de trabalho que parece exigir alongamento das 24 horas de cada dia para todos contemplar.

Atuando ainda em outras áreas da inteligência, Renata Bonfim, nome admirado além das nossas fronteiras,
talvez até por isso, abriu espaços no seu tempo para dedicar-se à literatura, criando oásis com tamareiras no cenário
de sua atividade profissional.

Ocorre-me a ideia de que sua aproximação com a obra da extraordinária e trágica poeta

portuguesa se deve a outro campo de sua formação acadêmica, sua especialização

em Psicologia Analítica Junguiana, pelo Instituto Brasileiro de Psicologia, e Psicossomática
pela Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo.

Renata Bonfim possui extensa linha de produção literária e dela selecionamos,


pretendendo ser coerente, um belíssimo poema dedicado a Florbela Espanca , para leitura neste sábado:

A poeta da Ilha de Mel e o poema "Floberla em Canto" deveriam figurar com destaque em todas as antologias

de poetas e poemas deste e outros planetas.


O bom, otimista Oleare, é constatar que, no Espírito Santo, "santo de casa" também faz milagres...

Renata Bonfim e a RCBM confirmam esse destaque.

Abraço,
Rubens".


FLORBELA EM CANTO

Para a Soror Saudade


No claustro, o silêncio

ensurdece.

Fado? A alma resiste e canta.

Da mouraria chegam ecos de

vozes distantes.

Torres de marfim e vitrais

formam

paços adornados com lágrimas e

cristais,

gotas brilhantes que correm

pela face das monjas

e são, caprichosamente,

colhidas

pelas mulheres e por homens

que versejam em Portugal.

Ouço dizer de Princesas

ornadas.

De virgens pálidas e febris

refletidas em vitrais

espetaculares.

Seus sexos são cobertos por

violetas maceradas

que perfumam e inebriam

os pensamentos

desviando os caminhos de quem

passa.

Seus sonhos sensuais aquecem

o frio das celas de ouro.

A simplicidade de seus gestos

contrasta com

o tesouro: pérolas e jades que

saem de suas bocas

rosadas.

- Oh! Roseirais e lírios que

perfumam os campos!

Oh! Árvores que guardam os

ninhos de rouxinóis,

levem este canto, espalhem

este odor e retornem plenos.

Tudo o que vejo é santo, é vivo,

causa espanto:

O Universo, o caos, a beleza...

- Astros dispersos iluminam

verbos verbos e letras se inquietam

amantes que nunca se tocaram,

e despertam na

memória

imagens que insistem em ir para

além de mim.


Rubens Pontes
é jornalista,
radialista, 
pubicitário,
assessor de comunicação empresarial,
poeta, 
escritor,
prosador



Pitaco do Oleari

Erudito é ele, não eu, kkkkk....Vem aí na Rádio Clube da Boa Música "Sociedade dos Poetas Vivos - poesia todo dia", sob a supervisão de Rubens Pontes. 

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49