anúncio dopc

anúncio dopc

Aqui Rubens Pontes: meu poema de sábado / Mahatma Gandhi, A descoberta do amor

13 de maio de 2017



- "Pacifista Oswaldo Oleare

Nesses novos tempos, para muitos jovens da atual geração parecerá leviana presunção,

mas sempre procurei pontuar minha vida por um pensamento de Mohandas Karamchand,
lido ainda na fase da adolescência, embora seja também levado a confessar que por força

dos tropeções e das encruzilhadas da vida nem sempre fui fiel a ele:.

"Viva como se você fosse morrer amanhã. Aprenda como se você fosse viver para sempre".

Nesta manhã de sábado, gostosamente ensolarado como um outono europeu,
sem a preocupação de olhar para o amanhã que espero ver chegar, ofereço

aos eventuais leitores deste registro um belo poema de Mohandas Karamchand, o líder pacifista

na luta pela independência da India, reverenciado como Mahatma (Grande Alma) Gandhi, autor daquele pensamento

que nunca deixou de me acompanhar, hoje já meio à distância como uma sombra ao entardecer.

Mahatma Gandhi, que estudou Direito em Londres, foi também um intelectual autor de textos

e poemas publicados principalmente no País que ajudou a se tornar independente da Inglaterra.


Maratma, 
em sua fase 
sul africana 
de estudante

Assassinado a tiros, aos 78 anos de idade, por um hindu rebelde, teve suas cinzas atiradas ao Ganges,

o rio sagrado da Índia..

Resquiescat in pace, Grande Alma Gandhi..
Abraço, Rubens".


A DESCOBERTA DO AMOR

Mahatma Gandi

Ensaia um sorriso
E oferece-o a quem não tem nenhum.
Agarra um raio de sol
E desprende-o onde houver noite.
Descobre uma nascente
E nela limpa quem vive na lama.
Toma uma lágrima
E pouse-a em quem nunca chorou.
Ganha coragem
E dá-a a quem não sabe lutar.
Inventa a vida
E conta-a a quem nada compreende.
Enche-te de esperança
E viva à sua luz.
Enriquece-te de bondade
E oferece-a a quem não sabe dar.
Viva com amor

E fá-lo conhecer o mundo.





Rubens Pontes,
pensador,
pacifista, 
sábio

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49