anúncio dopc

anúncio dopc

Aqui Rubens Pontes - Meu poema de sábado / Minha Namorada, Vinícius de Moraes

24 de junho de 2017
Ao pé da coluna, com três vídeos da famosa letra de Vinícius com música de Carlinhos Lyra

- Onírico Oswaldo Oleare

A escolha do poema para este sábado teve decidida participação da
RCBM.

Cedo ainda, logo depois da chuva fria que molhava principalmente a alma da gente,
o sol timidamente furou as nuvens cinzentas no céu de Manguinhos.

Abri a janela voltada para o mar ouvindo, como sempre faço, a excelente

programação musical por você selecionada na nossa Radio Clube da
Boa Música, e, por associação de ideias, lembrei-me de grandes poetas brasileiros que
incursionaram na área das composições musicais.

Marcus Vinicius da Cruz de Mello Morais foi um deles, ganhando com seus poemas musicados projeção internacional e se impondo como um dos maiores letristas do cancioneiro brasileiro.


Bacharel em Direito, diplomata, escritor, poeta, Vinicius de Moraes
foi companheiro dos escritores Oswald de Andrade, Manoel Bandeira, Cecília Meireles,
Carlos Drumond de Andrade, mas também de seus parceiros Carlos Lyra,
Baden Powel, Pixinguinha, Toquinho, Tom Jobim ("Garota de Ipanema" foi
gravada 240 vezes).


Vinicius de Moraes morreu em 1980, em consequência de um derrame cerebral
sofrido a bordo do avião que o trazia da Europa. Deixou mais de 70 livros editados,
prosa e verso, e composições que o tornaram imortal.


Meu poema deste sábado é a fascinante letra da canção "Minha namorada", título muito a propósito do boêmio que se casou
nove vezes.

Com ou sem chuva, vale ler, ouvir e se possível cantar a imortal
criação de Vinicius de Moraes musicada por Carlos Lyra.

Abraço,
Rubens"

Minha Namorada
Vinicius de Moraes

Se você quer ser minha namorada
Ah, que linda namorada
Você poderia ser
Se quiser ser somente minha
Exatamente essa coisinha
Essa coisa toda minha
Que ninguém mais pode ser
Você tem que me fazer um juramento
De só ter um pensamento
Ser só minha até morrer
E também de não perder esse jeitinho
De falar devagarinho
Essas histórias de você
E de repente me fazer muito carinho
E chorar bem de mansinho
Sem ninguém saber por quê
Porém, se mais do que minha namorada
Você quer ser minha amada
Minha amada, mas amada pra valer
Aquela amada pelo amor predestinada
Sem a qual a vida é nada
Sem a qual se quer morrer
Você tem que vir comigo em meu caminho
E talvez o meu caminho seja triste pra você
Os seus olhos têm que ser só dos meus olhos
Os seus braços o meu ninho
No silêncio de depois
E você tem que ser a estrela derradeira
Minha amiga e companheira
No infinito de nós dois



Rubens Pontes
é jornalista,
radialista,
poeta,
escritor






"Minha Namorada" musical é uma parceria com Carlos Lyra. No primeiro vídeo, Vinícius, Maria Creuza e Toquinho. No segundo, um mais recente de Carlos Lyra numa apresentação num Sesc. O Terceiro, é um refinado dos mais refinados arranjos vocais para Minha Namorada, feitos pelo celebérrimo Ismael Neto para Os Cariocas, quarteto que ele criou  em 1942 - bossa novíssima muito antes da velha bossa nova (OO).






COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ:15.265.070/0001-49